A BANALIDADE VENCEU?

 

 Agora parece oficial, tudo que é banal é destaque; até o que é sério merece descarte.  Aguado feito “água” de sache de reutilizado e profundo tanto quanto a xícara do chá feito do mesmo! Não, mas não se preocupe; você nem vai perceber quando estiver tudo maquiado. E muitas vezes nem vai se tocar do que estou falando. Espero que sim. Disfarçado num photoshop, ajeitado num pancake, bem mensurado pra ser exposto. Desgosto? Nem pensar! Vivemos o hoje pelo prazer; sofrer é coisa do passado. A não ser que seja um “sofrimento marketiado”, por um objetivo comercial, para vender algo de verdade; gerar lucro. Ora lágrima também dá dinheiro! Estarrecidos alguns – poucos- ficam quando se deparam com a falta de caráter emocional gritante da atual sociedade moderna. Amamos os pets e desprezamos os pivetes. Ora estes são obrigações do Estado e pelo tal estado em que estamos ninguém está cuidando de nada. Surpreso? Verdades incomodam? Não, nessa sociedade do clik acho que não! Honestidade passa a ser algo surpreendente, emoção verdadeira é frescura, um grito é sintoma de estresse, calar-se é ter problemas, analisar algo é para tolos, falar correto é estranho, pisar nas cacas das ruas é normal. Natural ser “idiota”, fingir que amo o meu vizinho, que eu não vi a viatura estacionada em lugar errado, que o cara não é polícia e nem ambulância pra ter sirene e romper o trânsito numa boa. Aliás, trânsito é assunto a parte: consumimos automóveis modernos para não andarmos a lugar algum. Apenas a satisfação de possuir é o que basta. Na ponta das excentricidades vencem os que têm mais capital. Quer medir as consequências? Espere mais alguns anos. Aguarde o crescimento de uma nova criança, se puder analise após um tempo; as capacidades das novas gerações nos farão perceber o quanto hoje uma análise mais fria faz sentido. Espero estar enganado, desesperado por uma causa que possa ser salva, achando o que não existe para outros e só para alguns uma suposição paranoica transloucada e alucinada; mas seria o caso de se perguntar: a banalidade venceu? Se não venceu está ganhando de goleada. Lembrem-se; nosso jogo não tem 90 minutos.    

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s